O sistema político brasileiro – expondo cabeças à guilhotina

slide_16

A associação da “corrupção” com “política”, já esta enraizada em nosso pensamento ao ponto de se tornar cultural em nosso país. “Político” e “Corrupto”, se tornaram sinônimos, que muitas vezes utilizamos para insultar, fazer piadas, ou mesmo, justificar uma má administração pública.

Um dos maiores problemas ao combate da corrupção é a ignorância. É você saber que te roubaram, mas não saber exatamente o quê. Ou pior ainda, é não saber o seu direito de restituição. Por isso, a finalidade deste artigo é de modo simples, mostrar como se configura e funciona a política no Brasil.

Envolvido pela frase: “Para vencer uma guerra, corte a cabeça do líder e o resto cairá”, do filme Senhores da Guerra do diretor Peter Chan, esse post não tende ser didático, ele é acima de tudo, a exposição de cabeças para guilhotina. Onde só a expressão “Todos os políticos são corruptos!” não colabora para o entendimento dos fatos.

Sendo o Brasil uma democracia (constituída de três poderes: executivo, legislativo e judiciário) representativa (porque o povo exerce sua soberania, elegendo o chefe do poder executivo e os seus representantes nos órgãos legislativos); temos as seguintes divisões de tarefas:

Legislativo – Criação das leis

Que é exercido pelo Congresso Nacional, que, por sua vez, é composto pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. As duas casas possuem poder equivalente, mas características distintas. A Câmara de Deputados compõe-se de representantes do povo, eleitos por voto proporcional, isto é, de acordo com a população de cada Estado.

 

Executivo – Execução das leis

O poder executivo no Brasil é composto pela Presidenta da República no âmbito federal (atualmente Dilma Rousseff), pelos governadores no âmbito estadual e pelos prefeitos no âmbito municipal.

 

Judiciário – Fiscaliza o cumprimento das leis

Sua função principal é verificar a legalidade das leis em relação à constituição. No âmbito federal, é composto pelos tribunais superiores, entre os quais um dos mais importantes é o Supremo Tribunal Federal

Dessa forma, tendo o esclarecimento desta divisão de poderes, conseguimos distinguir e mapear a força-tarefa para pressionar a cassação de tais nomes como Dilma Rousseff do PT (no Executivo), Eduardo Cunha e Renan Calheiros do PMDB (no Legislativo) e muitos outros que as investigações vão revelando.

Agora se tais cabeças irão rolar está ai uma resposta que somente o povo pode dar!

para saber mais sobre cada poder: http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2013/07/conheca-as-funcoes-dos-poderes-legislativo-executivo-e-judiciario-e-a-quem-cabe-questoes-que-estao-em-pauta-4194553.html

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s