A mentira que nos mantem em pé…

psicologia-da-mentira

Não escreveria nada referente à “mentira” consagrada no dia 1ª de abril, assim já havia decidido, quando zapeando os canais vi um jornal da TV Cultura encerrar o programa indicando aos seus telespectadores, “Verdade, doce ilusão” de Marisa Monte, e com a reflexiva: “No dia da mentira, pensemos sobre o que é a verdade.”

Confesso que o que mais me prendeu a atenção não foi a reflexão evocada pela a âncora, mas sim o fato de um jornal (em sua totalidade pelo que assisti naquela edição), se propor a tratar os fatos, as noticias em busca da verdade. O que no Brasil, ao se tratar de mídia de comunicação é totalmente o oposto, os fatos sempre mascarados como convém aos interesses de quem tem o maior poder.

Peço desculpas em não discorrer sobre o assunto: “mentira nos relacionamentos amorosos, mentiras da adolescência ou qualquer outra mentira mais particular”, a minha preocupação é maior, ela se estende a mentira social. Porém, por favor, termine de ler esse artigo que no final lhe direi uma grande verdade.

Primeiro só é possível compreender o que é mentira quando se conhece a verdade, e mesmo essa verdade é construída pela moral e a ética, isso nos campos sociais. Por que não falo das mentiras particulares? Devido essas serem de senso comum e sem qualidade para desenvolvimento do ser humano… Que proveito há em discutir mentiras como: “Eu traí a minha esposa”, “O Palmeiras é campeão do mundo! (HAHAHAHA)”, “Quero namorar você”? Sem dúvidas, não há nada que acrescente.

É por isso que, invoco o questionamento sobre a verdade, e dependendo de como for a sua análise, chegará à conclusão de que vivemos toda a nossa vida baseada na mentira. Dessa forma, o dia 1ª de abril poderia ser renomeado à “Dia Internacional da Existência do homem”.

Querem um exemplo da mentira vivida todos os dias? Veja a Constituição Brasileira que garante direito à educação, à saúde, à alimentação, à moradia e etc. Outro exemplo? A religião é um campo vasto para as mentiras que necessitamos ouvir. E digo que, não estou pontuando caso a caso para desmoralizar essas mentiras, mas para dizer que a sociedade precisa delas para funcionar conforme os interesses dos mais poderosos.

Eu prometi ao final uma verdade: é que amanhã levantaremos e iremos fazer a nossa reza “Pai, nosso que está no Céu… A mentira nossa de cada dia nos daí hoje, perdoai as nossas verdades!”. Mas experimente algo novo nessa semana, olhe para o seu redor e tente perceber a mentira que sustenta todo o funcionamento social.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s